Arquivos

O físico, por Fabio Mahseridjian

Diante dos amistosos em junho contra a Argentina (9) e Austrália (13) em Melbourne, Tite, com aval do competente preparador físico Fabio Mahseridjian, decidiu poupar alguns atletas por desgastes físicos como prioridade de planejamento e importância de evento, além de questões oriundas de muitas convocações e participações tanto na seleção brasileira quanto por seus clubes.

E todos titulares do time de Tite, meio-time praticamente: Daniel Alves e Marcelo, Marquinhos e Miranda, Casemiro e Neymar.

Ao passo que o goleiro Alisson, reserva na Roma há um bom tempo, não foi chamado desta vez, cedendo seu lugar para testes com o já aclamado Diego Alves. Será que veio para ser testado diretamente na camisa 1? Os outros dois goleiros chamados foram os mais recentes lembrados Weverton e o jovem Ederson.

Visando também a oportunidade de ampliar um pouco algumas observações, Tite convocou 24 atletas.

Entre os habituais desde o jogo contra o Equador, a questionada convocação de Fagner em detrimento a Jean do Palmeiras ou mesmo Mariano do Sevilla; o bom Filipe Luís, o zagueiro de confiança Gil, o novo teste válido para Rodrigo Caio e o mais recentemente convocado Thiago Silva, que gera uma certa polêmica.

No meio de campo, os frequentes, e parte fundamental do grupo, Fernandinho, Renato Augusto, Paulinho e Giuliano.

O inconstante Lucas Lima voltou no lugar de Diego do Flamengo, vindo de um fraco desempenho final na Libertadores. Uma renovação de aposta!

No ataque, a manutenção dos habilidosos titulares Philippe Coutinho e Gabriel Jesus (retornando de contusão), além dos frequentes suplentes Willian e Douglas Costa.

Na busca de um “9” para reserva de Gabriel Jesus, os poucos minutos contra o Paraguai, e o bom amistoso contra a Colômbia, levaram ao veterano Diego Souza a suplantar Roberto Firmino.

No rol das chances para testes, na gestão Tite, os zagueiros Jemerson (em grande momento no Mônaco) e o ótimo momento de David Luiz – um dos símbolos do 7 a 1 contra a Alemanha em 2014. Altamente irregular, mas uma oportunidade que Tite dá por acompanhar e ser referenciado pelo treinador italiano e campeão inglês Antonio Conte. Aposta ousada!

Apesar do bom momento de Rodriguinho no Corinthians, eu preferia ver Ganso de volta ou talvez o hoje meia Fabinho, que vive grande fase no Mônaco: moderno e polivalente!

A volta do bom lateral do Bayern Rafinha, após recusa à seleção de Dunga. E Alex Sandro em excelente fase na melhor defesa do planeta, a Juventus, completaramn as laterais.

O retorno do veloz Taison, no lugar se Neymar, em detrimento a Dudu do Palmeiras, mais preocupado com as constantes lesões de Douglas Costa!

Apostas e questões físicas: válidas para amistosos de um treinador que está com moral, mas não pode errar!

 

 

TwitterFacebookEmailPocketGoogle+Compartilhar

Uma resposta a O físico, por Fabio Mahseridjian

  • Estevan disse:

    Ótima análise! Diego Alves deve pegar essa vaga e não acho o Rodriguinho jogador para a seleção. Acredito que se o Jadson se empenhar mais fisicamente pega essa vaga.